RECORD TV busca entender negócio das marcas

Transparência, comprometimento e profissionalismo são pontos-chaves na execução das estratégias comerciais da RECORD TV, como explica Walter Zagari, vice-presidente comercial da emissora. “São esses os aspectos sensoriais que queremos transmitir com a nossa nova marca. E quando percebidas pelos nossos dois públicos, anunciantes e telespectadores, a relação de reciprocidade se estabelece. A partir daí está concretizado o modelo ideal de fidelização, tendo a confiança como peça fundamental para todo e qualquer tipo de relacionamento”. Com isso em mente, o posicionamento da equipe de vendas é de consultores dos anunciantes. “Eles buscam entender o negócio das empresas para então oferecer as melhores opções comerciais que se adequem às suas necessidades”, resume o executivo.

Entre os diferenciais mercadológicos da RECORD TV está o investimento na teledramaturgia com linguagem bíblica. “A produção das novelas bíblicas faz parte de um nicho de mercado até então inexplorado na teledramaturgia nacional. A primeira novela da emissora neste segmento, Os Dez Mandamentos, foi um marco na nossa história e da televisão brasileira, atingindo enorme sucesso comercial e de audiência, totalmente acima das expectativas. A partir daí iniciou-se um processo de produção de novelas com características bíblicas que se estende até hoje, todas alcançando igual sucesso. O trabalho de transformação da RECORD TV é diário. Nós temos normas e padrões internos que nos pautam para a conquista do projeto de qualidade total”, argumenta Zagari.

Além dos comerciais de 30 segundos, Zagari afirma que as ações de merchandising e product placement encontram cenário ideal na RECORD TV. “Os diferenciais são basicamente quatro: comunicadores de prestígio, atratividade da programação, alta visibilidade em função da nossa audiência e a flexibilidade comercial para a realização das ações. Fazemos o que o cliente desejar desde que o conteúdo editorial do programa não seja prejudicado. Em outras palavras, a RECORD TV não é uma emissora “engessada”, com padrões de comercialização preestabelecidos. Desde que os projetos sejam elaborados com responsabilidade, bom senso e antecedência, seguidos por princípios éticos e de qualidade, tudo é possível. A grade de programação da RECORD TV é uma vitrine bastante atraente para os anunciantes que buscam esse formato de comercialização, com comunicadores influentes que geram vendas”.

Zagari destaca a oferta multiplataforma com a RECORD TV, a Record News e o portal R7. Ele explica que, mesmo com a integração, o atendimento a cada um desses canais é ad hoc. Mas o sinal aberto de televisão é mais relevante. Por quê? Zagari responde: “Pela sua ampla cobertura e alcance, pelas inúmeras oportunidades comerciais geradas pelo meio, pela influência social que exerce perante a população, por ser o principal veículo de massa mundial, pela visibilidade gerada aos anunciantes, por ser a maior vitrine comercial do país e pela capacidade de gerar uma grade de programação diversificada capaz de atender aos diferentes tipos de público. Tais atributos fazem da TV aberta a protagonista do ponto de audiência, do comercial e o veículo mais destacado se comparado aos demais meios de comunicação”.

Zagari conclui: “O fator humano também é um quesito de extrema importância em um ambiente competitivo como o atual, economicamente desfavorável e com retração de verba publicitária. Eu tenho muito orgulho da minha equipe e, com certeza, ela faz toda a diferença numa negociação comercial, principalmente quando a decisão depende de conhecimento técnico”.


Foto: Edu Moraes/RECORDTV
Fonte: Propmark